O fundo do mar convida para uma visita

                 Imagem1  Com aquela vontade de afundar o pé na areia e sentir a satisfação de sair todo enrugado da água, sentindo o balanço do mar, partimos para Ubatuba com destino à Ilha das Couves, famosa por despertar sensações indescritíveis ao nos presentear com águas calmas e transparentes, em um clima de energia positiva e contato com a natureza. Apesar de viajar à noite, deu para descansar o esqueleto e se preparar para um dia cheio de atividades.

                   Chegamos cedo nas proximidades da agência local, tudo meio escuro ainda, mas como estávamos  abastecidos com a ansiedade de começar o tour, resolvemos caminhar pela praia no centro de Ubatuba. Papo vai, papo vem… sem percebermos, e com rapidez, os primeiros raios de sol vieram como holofotes no palco e paramos para ver aquele show. Dei aquela olhada para os lados, pensando se era só eu com uma vontade arquetípica de aplaudir, mas estava levando um grupo da Arterra Turismo e confesso que fiquei com um pouco de medo de passar vergonha, ainda que eles fossem bem desse estilo que valorizam os presentes que a natureza nos dá, então preferi ficar na minha e agradeci com uma oração. Depois do festival de selfies com o Sol, fomos até a padaria tomar um café da manhã de responsa para ficar bem durante a manhã.

                    Curioso… algo que está todo dia à nossa disposição, o Sol, ganha outra magnitude e significado nesses momentos de contemplação. Penso em como nosso dia-a-dia poderia ser diferente se valorizar esses momentos se tornasse um hábito diário.

                    Começamos a nossa jornada assim que um casal se juntou ao grupo e partimos do centro da cidade em direção às proximidades da divisa do estado de São Paulo com o Rio de Janeiro. Ar condicionado ligado, galera conversando, e o litoral que acompanha a gente na BR-101. Depois de meia hora, próximo a uma ponte na rodovia, paramos o carro: um acesso escondido guarda a grandiosa Cachoeira do Prumirim.

                   Um conjunto de quedas d’água com várias profundidades no poço para banho. Ficamos lá e começamos a relaxar.

29

 1

 14

                    Agora o coração bate acelerado novamente, porque estaremos de volta à este pequeno paraíso que nos acolhe tão bem. Não foi à toa que escolhemos este local para o nosso último passeio do ano, um ano que temos muito a agradecer: a todos que, de clientes se tornaram amigos, amigos porque cada tour é uma experiência, uma troca que enriquece tanto a mim, que busco os lugares que possam acrescentar à vida das pessoas quanto aos que escolhem conhecer mais do mundo e de si com a gente. Desta vez, para este passeio, o grupo é maior: mais de 20 pessoas já reservaram a data para esta experiência, e eu… eu prometo não me importar com a possível vergonha: vou aplaudir de pé desta vez.

Imagem1

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: